A MORTE E O MORRER NOS FILMES LOVE STORY E A CULPA É DAS ESTRELAS

Adilson Silva Oliveira

Resumen


Este texto apresenta breves considerações acerca da morte e do morrer, com base, sobremaneira, nos posicionamentos de Kübler-Ross (2012). A teoria está dividida em duas partes: significações da morte e do morrer para diferentes culturas e apresentação sucinta dos cinco estágios pelos quais passa um paciente terminal – negação/isolamento, raiva, barganha, depressão e aceitação. Analisam-se os filmes “Love story”, de Arthur Hiller, e “A culpa é das estrelas”, de Josh Boone, no tocante à temática da morte e do morrer.


Palabras clave


morte | estágios do morrer | Love story | A culpa é das estrelas

Texto completo:

PDF XML HTML


DOI: https://doi.org/10.24316/prometeica.v0i10.102

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2017 Adilson Silva Oliveira

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional.

Lockss Creative Commons DOI DOAJ


ISSN 1852-9488 - Encargado de la publicación: Emiliano Aldegani. Universidad Nacional de Mar del Plata; CONICET, Argentina - Contacto: info@prometeica.com